INFRAESTRUTURA
Coordenador do Movimento RS 118 sem Pedágio ocupa a Tribuna Popular
Olga Arnt - MTE 14323 | Agência de Notícias - 15:45 - 04/08/2022 - Edição: Sheyla Scardoelli - MTE 6727 - Foto: Paulo Garcia

O empresário Darcy Luiz Zottis Filho, coordenador do Movimento RS 118 Sem Pedágio, ocupou a Tribuna Popular, na sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quinta-feira (4), para expor argumentos contra o pedagiamento da rodovia, que corta seis municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre. Ele alertou que a medida, ao de afugentar investimentos, irá aumentar o desemprego e os problemas sociais, criando um “cinturão de miséria e criminalidade” na região. Além disso, aumentará os custos dos transportes, dos alimentos, das contratações e dos serviços

O empresário argumentou que por ser uma rodovia urbana, metropolitana, estrutural, com tráfego doméstico, pendular e diário, a RS 118 não pode ser pedagiada. A instituição da cobrança equivaleria, segundo ele, a pedagiar a BR-116 no trecho de Novo Hamburgo a Porto Alegre.

Enfatizando que não é contra concessões bem elaboradas, Zottis sustentou ser injusto penalizar toda a Região Metropolitana e, particularmente, Alvorada e Viamão com um pedágio por 30 anos para duplicar apenas 16 quilômetros. “A arrecadação prevista nesta praça é de R$ 4 bilhões ao longo de 30 anos, e o custo da duplicação é de R$ 110 milhões. Abrimos mão de um projeto tão mal elaborado”, disparou.

O empresário afirmou que o programa de concessões em curso é um plano de negócios que não atende aos interesses da sociedade, está desconectado da realidade social e econômica do estado e foi elaborado por técnicos de fora do Rio Grande do Sul, que não ouviram a população e as lideranças empresariais e políticas. Advertiu ainda que o pedagiamento da RS 118 irá transferir o tráfego para dentro dos municípios, agravando os problemas de mobilidade urbana.

Por fim, ele agradeceu aos 47 deputados que assinaram o documento contra a instalação da praça de pedágio na rodovia, que será entregue ao governador Ranolfo Vieira Júnior.

A Tribuna Popular, espaço destinado para manifestações de entidades da sociedade civil organizada que é disponibilizado pelo parlamento gaúcho na primeira quinta-feira de cada mês.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Sessão Plenária – Tribuna popular – Movimento RS-118 sem pedágio e o projeto estadual de concessão da Rodovia ERS-118

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30