Imprimir

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Sistema LEGIS - Texto da Norma

Carregando a página.
Aguarde
...


Voltar
DEC:   40.226

DECRETO Nº 40.226, DE 07 DE AGOSTO DE 2000.

Cria o Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Ibicuí.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 82, inciso V, da Constituição do Estado, de acordo com o disposto no artigo 39, da LEI Nº 10.350, de 30 de dezembro de 1994, e considerando as disposições do DECRETO Nº 37.034, de 21 de novembro de 1996,

DECRETA:

Art. 1º - Fica criado o Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Ibicuí, cuja área de atuação abrange o território correspondente à Bacia Hidrográfica referida, integrante da Região Hidrográfica do Rio Uruguai.

Art. 2º - O Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Ibicuí integra o Sistema Estadual de Recursos Hídricos, instituído pela LEI Nº 10.350, de 30 de dezembro de 1994, e terá por atribuições aquelas constantes na supramencionada Lei.

Art. 3º - O Comitê será composto por quarenta membros, assim distribuídos:

I - representantes dos usuários da água (40%):

a) três membros do setor de abastecimento público;

b) dois membros do setor de esgotamento sanitário, drenagem urbana, efluentes líquidos o resíduos sólidos;

c) um membro do setor industrial;

d) um membro do setor de navegação e mineração;

e) dois membros do setor agropecuário;

f) dois membros do setor da pesca, turismo, esporte e lazer;

g) cinco membros do setor da agricultura irrigada.

II - representantes da população da Bacia (40%):

a) quatro membros dos Legislativos Municipais;

b) três membros de organizações ambientalistas;

c) três membros de organizações comunitárias, sindicatos e clubes de serviço;

d) três membros de instituições de ensino ou pesquisa;

e) três membros de associações técnico-científicas.

III - oito membros representantes da Administração Direta Federal e Estadual (20%) a serem indicados entre os órgãos públicos atuantes na Região e que estejam relacionados com os recursos hídricos, sendo seis membros de órgãos públicos estaduais e dois membros de órgãos públicos federais.

Art. 4º - Os membros representantes de cada setor dos usuários da água e da população serão escolhidos, a cada dois anos, em Colégio constituído pelas entidades previamente inscritas, para essa finalidade, junto ao Comitê.

Parágrafo único - O processo de escolha da primeira representação será coordenado pelo Conselho de Recursos Hídricos do Rio Grande do Sul, através de sua Secretaria Executiva.

Art. 5º - Os representantes da Administração Direta Federal e Estadual serão indicados, a cada dois anos, pelos respectivos Poderes Executivos, em processo coordenado pelo Presidente do Conselho de Recursos Hídricos do Rio Grande do Sul.

Art. 6º - O Comitê será assistido, no desempenho de suas atribuições, pelas instâncias administrativas e técnicas previstas no Sistema Estadual de Recursos Hídricos, instituído pela LEI Nº 10.350, de 30 de dezembro de 1994.

Art. 7º - O Comitê terá seu funcionamento regulado por um Regimento Interno aprovado por seus membros e homologado pelo Conselho de Recursos Hídricos do Rio Grande do Sul, conforme o disposto no DECRETO Nº 37.034, de 21 de novembro de 1996.

Art. 8º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário.

PALÁCIO PIRATINI, em Porto Alegre, 07 de agosto de 2000.

FIM DO DOCUMENTO.